Reinterpretação contemporânea da casa alentejana

Reinterpretação contemporânea da casa alentejana

17/05/2019

Esta casa de campo está localizada no Cercal, no Alentejo, ao sul de Portugal. O projeto, de autoria do escritório Atelier Data, reinterpreta a típica casa alentejana, com telhado de duas águas sem beirais, poucas janelas e paredes grossas taipa e alvenaria de terra compactada pintadas de branco.

Vista por fora, ela parece se adaptar ao terreno inclinado mas por dentro a casa é térrea, apresentando um desnível de dois degraus. A construção está próxima a uma ruína, numa encosta na beira de um rio que conforma um vale. Desta maneira, o volume branco apresenta uma posição marcante na paisagem rural.

O programa foi resolvido em uma planta quadrada com 250 metros quadrados. No centro há uma sala que une estar e a cozinha. Este espaço possui uma das únicas aberturas na fachada, que estende o eixo de convivência para o exterior. A porta de correr de vidro que antecede o desnível de ambientes define outro ambiente de estar. Por fim, uma deque seguido de um tanque de água constituem um platô externo ocasionado pelo prolongamento do estar.

Quatro pátios internos são distribuídos nas extremidades da planta. Deste modo, os vazios iluminam os  três quartos que ocupam o entorno do eixo central.

(imagem: Richard John Seymour)(imagem: Richard John Seymour)

(imagem: Richard John Seymour)

(imagem: Richard John Seymour)

(imagem: Richard John Seymour)

(imagem: Richard John Seymour)

(imagem: Richard John Seymour)

(imagem: Richard John Seymour)

(imagem: Richard John Seymour)

(imagem: Richard John Seymour)

(imagem: Richard John Seymour)

(imagem: Richard John Seymour)

(imagem: Atelier Data)

(imagem: Atelier Data)

(imagem: Atelier Data)

(imagem: Atelier Data)

 



Casa do Bomba

por Sotero Arquitetos



Studio SC

por Studio MK27



Edifício Arapiraca

por Triptyque Architecture


Newsletter