Parque Novo Santo Amaro é destaque de prêmio AkzoNobel

Parque Novo Santo Amaro é destaque de prêmio AkzoNobel

28/08/2018

Entre mais de 240 projetos inscritos de todas as regiões do país, o Parque Novo Santo Amaro V, criado pelo escritório paulista Vigliecca & Associados, liderado por Héctor Vigliecca, foi o grande destaque do Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AzkoNobel. Em sua 5o edição, a premiação ampliou a idade dos participantes, que não estão mais limitados a jovens arquitetos. O resultado foi divulgado no dia 23 de agosto e destacou ainda o Hostel Villa 25, idealizado pelo C+P Arquitetura, do Rio de Janeiro, que ficou com o 2o lugar, e o 3º lugar, ficou com a Casa no Cerrado, dos mineiros do Vazio S/A.

Detalhe da exposição no Instituto Tomie Ohatke Detalhe da exposição no Instituto Tomie Ohatke – foto: Carol Rezze/Pavilion

O júri formado pelos arquitetos Adriana Benguela, Fábio Mariz Gonçalves, José Lira, Marcos Boldarini e Priscyla Gomes, selecionou 13 finalistas que compõe exposição no Instituto Tomie Ohtake. Segundo Boldarini, devido a excelência dos projetos inscritos, o júri decidiu premiar mais três obras: o Sesc 24 de Maio (de Paulo Mendes da Rocha e MMBB), que recebeu o prêmio Hors-Concours; a Vila Taguaí (de Cris Xavier); e a Residência em Gonçalves (de André Vainer).

Destinado a habitação social, o projeto vencedor foi encomendado pela Prefeitura de São Paulo e abriga 200 apartamentos. Localizado junto à represa de Guarapiranga, Zona Sul da cidade, o projeto agrega a um curso de água central envolto por equipamentos e áreas de uso coletivo, melhorando a problemática urbana ambiental. “O principal critério do projeto é criar cidades não unidades habitacionais”, contou Vigliecca.

Parque Novo Santo Amaro V Parque Novo Santo Amaro V – foto: Divulgação/Leonardo Finotti



Casa do Bomba

por Sotero Arquitetos



Studio SC

por Studio MK27



Casa de Fim de Semana

por spbr arquitetos


Newsletter