Arte e cultura substituem os carros

Arte e cultura substituem os carros

26/04/2019

Peckham Levels é um projeto de caráter temporário de reforma para um edifício garagem localizado no distrito de Peckham, no sudeste de Londres. O conceito foi desenvolvido pelo escritório Carl Turner Architects, que venceu um concurso de ideias promovido pela municipalidade em 2015. Aberto ao público em dezembro de 2017, o local se tornou uma espécie de complexo cultural vertical, oferecendo uma gama de experiências espaciais e artísticas, com intervenções que se adaptam as condições do estacionamento. Com o objetivo de promover artistas, fabricantes e pequenos negócios criativos, os estúdios são distribuídos ao longo dos pavimentos, construídos em um sistema de meio-níveis.

O programa contempla 50 ateliês, cada um ocupando anteriormente por uma vaga de carro, com cerca 12 metros quadrados. Estas salas acomodam duas pessoas e suas paredes translúcidas permitem a entrada de luz nos corredores e nos espaços comuns. Outras salas de trabalho compartilhadas abrigam uma variedade de instalações e tem acesso livre aos visitantes. Somados, os estúdios contêm 70 mesas compartilhadas, uma oficina de impressão de tela, estúdio de cerâmica, de fotografia e de música. Com vista panorâmica, os níveis superiores contemplam áreas para eventos e performances, duas salas de yoga e espaços para onze quiosques de comida e de bebida.

O projeto propõe uma abordagem com estruturas leves, de baixa tecnologia a partir de materiais brutos que expressam a natureza temporária do projeto. As novas infraestruturas de placas de compensado e policarbonato são de fácil construção e se apresentam de maneira contrastante, dada as características do singulares do edifício. A estrutura de concreto, com vigas e colunas rítmicas, é acompanhada com aberturas externas horizontais. O visitante pode vislumbrar a antiga versão do prédio, principalmente pela estrutura e pelo piso original, com linhas e setas amarelas de sinalização e rampas de veículos que agora funcionam como um caminho contínuo que conecta as atividades.

(Foto: Tim Crocker)

(Foto: Tim Crocker)

(Foto: Tim Crocker)

(Foto: Tim Crocker)

(Foto: Tim Crocker)

(Foto: Tim Crocker)

(Foto: Tim Crocker)

(Foto: Tim Crocker)(Foto: Tim Crocker)

(Foto: Tim Crocker)(Foto: Tim Crocker)

(Foto: Tim Crocker)

(Foto: Tim Crocker)



Casa do Bomba

por Sotero Arquitetos



Studio SC

por Studio MK27



Edifício Arapiraca

por Triptyque Architecture


Newsletter